domingo, 16 de julho de 2017

VIVA O VERÃO

VIVA O VERÃO, 
VIVA O QUENTINHO VIVA O MAR AZUL, 
VIVA O GELADINHO! 
VIVA O TEMPO BOM E A BRISA A SOPRAR 
PARA O PAPAGAIO CONSEGUIR LANÇAR! 
 VIVA A MANGA CURTA E A PERNA À MOSTRA, 
VIVA UM SUMO FRESCO E UMA BELA TOSTA! 
VIVAM AS MIÚDAS E OS MIÚDOS TAMBÉM, 
 VAMOS PARA FÉRIAS QUE JÁ SABE BEM !!! 
Texto de Lurdes Custódio

 

... e os mais requisitados foram...


quarta-feira, 21 de junho de 2017

BEM VINDO!!!

O solstício de verão de 2017 ocorreu HOJE, dia 21 de junho, mais precisamente às 04h24 em Portugal. 
Este momento marca oficialmente o início do verão.
O que é o Solstício de Verão?
O solstício de verão é o momento em que o Sol atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do Equador, em junho no hemisfério norte, e em dezembro no hemisfério sul.O termo "solstício" vem do Latim sendo composto pelas palavras sol e sistere (que não se mexe). Visto da Terra, o sol parece parado, mantendo uma posição fixa ao nascer e ao se pôr, durante algum tempo.
Os solstício acontecem duas vezes por ano, uma vez em junho e outra em dezembro, o que define as mudanças de estação do ano juntamente com os dois equinócios. Em junho observa-se o solstício de verão, que coincide com o início do verão no hemisfério norte. No hemisfério sul acontece ao mesmo tempo o solstício de inverno.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Quadras de S. João





Cantai, Cantai, raparigas
Cantai sempre ao S. João
Porque ele paga as cantigas
Com muito bom coração.

A fonte da devoção
Lá por trás do convento
Fê-la talvez  S. João
P´rás vésperas de casamento.

Na fonte, num dos recantos
Pedi-te um beijo e a seguir
Deste-me um ... e depois tantos
Mas por fim sem os pedir.

Nosso Senhor concedeu
Ao Santo por atenção
Que se cantasse no céu
A moda do S. João.

Às vezes bota o S. Pedro
E zanga-se o S. João
E a sorrir  Nossa Senhora
Apazigua a questão.

Não tenhas medo, Maria
Pois a ninguém vou contar
Que a chorar pediste um dia
A S. João para casar.

Num pergaminho doirado
Diz uma lenda suave
S. João Baptizou Cristo
Nas águas do Rio Ave.

E foram as rndilheiras
Que fizeram ao serão
Um vestido caprichoso
Para dar ao S. João.

Em paga de tal oferta
O S. João obrigado
Resolveu casá-las todas
Com noivos de seu agrado.
  
Por isso com alegria
As rendilheiras lá vão
Festejar com brilho o dia
Do seu querido S. João.

Não vos canseis raparigas
De cantar ao S. João
Aquelas doces cantigas
Que vos dita o coração.

Quando ouve as rendilheiras
S. João de lá responde –
As raparigas mais lindas
São as de Vila do Conde.

DUARTE SILVA

O que ainda vai acontecer



21 DE JUNHO QUARTA-FEIRA
17h30 – Abertura da Feira à Moda Antiga nos jardins da Avenida Júlio Graça
21h30 – Animação tradicional nos jardins da Avenida Júlio Graça

22 DE JUNHO QUINTA-FEIRA
21h30 – Concerto de música com Rui Veloso na Praça D. João II

23 DE JUNHO SEXTA-FEIRA
09h00 – Arruamentos pelo grupo de Zés Pereiras “Os Vilacondenses”
12h00 – Romagem ao Cemitério, de saudade a todos os que se envolveram nas Festas de S. João

GRANDE NOITE DE SÃO JOÃO
22h00 – Grandiosas marchas luminosas dos Ranchos do Monte e da Praça
23h30 – Atuações dos Ranchos do Monte e da Praça no Monte do Mosteiro e na Praça de S. João, respetivamente
01h30 – Espetáculo de fogo-de-artifício, cachoeira, aquático e piromusical no estuário do rio Ave
02h00 – Atuação de artistas de música popular na Praça D. João II (Emanuel) e no Monte do Mosteiro (Duo Baila Comigo)

24 DE JUNHO SÁBADO FERIADO MUNICIPAL
10h00 – Entrada no Largo dos Artistas da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez e da Banda Nova de Fermentelos
14h30 – Concerto da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez e da Banda Nova de Fermentelos
15h30 – Eucaristia Solene em Honra de S. João Baptista, na Igreja Matriz
17h00 – Majestosa Procissão de S. João Baptista, Padroeiro de Vila do Conde
19h00 – Concerto da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez e da Banda Nova de Fermentelos
21h30 – Tradicional “Ida à Praia” dos Ranchos do Monte e da Praça
24h00 – Sessão de Fogo preso na Praça D. João II

De outra forma, com outra técnica para falar sobre a tradição




quinta-feira, 18 de maio de 2017

Descobrir, conhecer tradições...

More presentations from Ana Luisa de Beirao

A sua colaboração é muito importante!!!


Tradição secular que se realiza de quatro em quatro anos, os tapetes de flores que embelezam as ruas do Centro Histórico e atraem milhares de visitantes a Vila do Conde, são realizados por vilacondenses que, ao longo de semanas se unem para desfolhar flores.
Se não mora numa das ruas onde haverá tapetes, pode ajudar na mesma.
Venha participar nesta iniciativa - contacte o Banco Local de Voluntariado da Câmara Municipal de Vila do Conde, tel: 252248400, Dr.a Eugénia Moreira, e-mail: voluntariado@cm-viladoconde.pt 
A sua colaboração é muito importante.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Outra sugestão para falar da Mãe




SINOPSE:
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 2º ano de escolaridade, destinado a leitura autónoma.

Este livro é para todos. É um álbum ilustrado que fala sobre algumas diferenças entre gerações. Um tema que suscita sempre a curiosidade dos mais novos. As crianças adoram saber e os adultos adoram contar. Como era quando os pais eram pequeninos?
Aqui não há lugar para sermões nem se pretende dizer que dantes é que era bom e que agora o mundo está todo ao contrário. Nada disso. Mas o mundo era de facto diferente, sem microondas, computadores e telemóveis e sem DVDs e desenhos animados 24 horas por dia. Parece inacreditável mas era assim. A televisão a cores era um luxo, não tínhamos comandos e só existiam 2 canais.
Mas, por mais avançada que seja a tecnologia, há coisas que nunca mudam, como o amor entre pais e filhos.

Este livro tem páginas especiais para escreveres e desenhares, para mostrares porque é que a tua mãe é tão especial. Coloca a fotografia da tua mãe na capa deste livro.


EDITORA: Porto Editora

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Descobre porque se celebra o Dia da Mãe

O Dia da Mãe foi oficialmente criado pela norte-americana Anna Jarvis, que perdeu a sua mãe em 1904. Mas a História deste dia começou muito antes, há mais de 2000 anos!
Anna Jarvis
As mais antigas celebrações do Dia da Mãe estão ligadas à comemoração do início da Primavera, na Grécia Antiga. Estes festejos eram em honra da Deusa Rhea, mulher de Cronos e mãe de todos os deuses desta cultura.
Por seu turno, em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cibele, a mãe dos deuses romanos. O dia dedicado a esta deusa foi criado cerca de 250 anos antes do nascimento de Cristo.
Durante o século XVII, a Inglaterra celebrava no 4º Domingo da Quaresma (os 40 dias antes da Páscoa) um dia chamado "O Domingo da Mãe", dedicado a todas as mães inglesas. Nesta época, a maior parte da classe baixa inglesa trabalhava longe de casa e vivia com os patrões.
Assim, no Domingo da Mãe, os criados tinham um dia de folga e eram encorajados a regressar a casa e passar esse dia com a sua mãe.
Sabias que a primeira vez que se falou realmente num dia especial só para mães foi nos Estados Unidos em 1872?
Julia Ward Howe
Julia Ward Howe e algumas colegas uniram-se para lutar contra a guerra e, segundo elas, o Dia da Mãe seria um dia de paz
Só em 1904 é que a ideia começou a pôr-se em prática.
Quando a mãe morreu, Anna Jarvis começou a chamar a atenção das pessoas para a importância de um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 10 de Maio de 1907, conseguiu celebrar o primeiro Dia da Mãe.
Nesse dia, Anna Jarvis enviou à igreja onde estava a ser feitas as comemorações 500 cravos brancos. Estas flores deviam ser usadas por todos e simbolizavam todas as coisas boas da maternidade.
Ao longo dos anos esta senhora enviou mais de 10 mil cravos para a igreja:
- encarnados para as mães ainda vivas e
- brancos para as já desaparecidas.
Sabias que ainda hoje os cravos são mundialmente considerados os símbolos da pureza, força e resistência das mães?
O objetivo deste dia é dar mais atenção à importância das mães, pensar nelas, conversar, oferecer presentes e descobrir novas maneiras de lhes dar felicidade!
Em 1911, o Dia da Mãe foi celebrado em praticamente todos os Estados Unidos da América e, em 1914, o presidente declarou oficialmente e a nível nacional o 2º Domingo de Maio como o Dia da Mãe.
Hoje em dia, celebra-se o Dia da Mãe com pouco conhecimento de como tudo começou. No entanto, podemos identificar-nos com o respeito, o amor e a honra demonstrados por Anna Jarvis.
Apesar de cada país escolher datas diferentes ao longo do ano para festejar o Dia da Mãe, o objetivo é sempre o mesmo: homenagear aquela que nos põe no mundo!
Em Portugal, até há alguns anos atrás, o Dia da Mãe era comemorado a 8 de Dezembro. Sabias que este é o dia de Nossa Senhora da Conceição, ou seja, o dia de Nossa Senhora como mãe. Por isso foi escolhido este dia. 


 Atualmente, em Portugal, o Dia da Mãe é comemorado no 1º Domingo de Maio!
(Inf.via junior.te)

domingo, 23 de abril de 2017


O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Este ano associa-se aos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal.
Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do heroico cavaleiro. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em abril de 1616.
Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal http://150anosdaabolicaodapenademorteemportugal.dglab.gov.pt/, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida .
O cartaz, um cartoon com conceção e design da ilustradora e cartoonista Cristina Sampaio http://www.cristinasampaio.com/pt/, pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são fatores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.
Inf. Via dglb.pt

LER - Todos as palavras do mundo



"Acredito mesmo que se há forma de defender a liberdade é mesmo promover a leitura, porque a leitura liberta e permite-nos exprimir livremente aquilo que cada um escreve, qualquer que seja a língua em que escreve."
Primeiro Ministro António Costa

Ministro da Educação e aluno - ler é para todos, inclusão 
Homenageando a pronúncia do norte, o Ministro Tiago Bradão, optou por um trava línguas "O rato roeu a rolha"

"A literatura e o desporto fazem um homem para a vida"
Nuno Delgado

Projeto PNL, aí vem mais uma década 2017-2027
"LER É PODER"
"LER TODAS AS PALAVRAS DO MUNDO"
"Alargar o publico Alvo;
Incentivar a prática da escrita;
Valorizar todas as formas de ler;
Ler sempre e em toda a parte;
Reforçar o trabalho colaborativo em BM e BE ...."

Dr.a Teresa Calçada 




quarta-feira, 22 de março de 2017

SUGESTÕES PARA HOJE, DIA MUNDIAL DA ÁGUA


TÍTULO: A menina gotinha de água
AUTOR: Papiniano Carlos 

EDITORA: Porto Editora
SINOPSE
Esta é a história de uma gotinha de água e do percurso que realiza ao longo da sua vida. A gotinha vive no mar juntamente com as suas irmãs gotinhas e com elas faz grandes viagens, sofrendo sempre várias transformações. A gotinha transforma-se em chuva, em fonte, em ribeiro, em rio, regressando depois a casa. É o ciclo da água relatado de uma forma poética e didática.
A coleção Educação Literária reúne obras de leitura obrigatória e recomendada no Ensino Básico e Ensino Secundário e referenciadas no Plano Nacional de Leitura.





TÍTULO: Ciclo da Água
AUTOR: Cristina Quental e Mariana Magalhães; Ilustração: Sandra Serra 
EDITORA: Gailivro
SINOPSE
EXCERTOS
— Bom dia! — saudou a professora Tita.
— Bom dia? Com esta chuva toda?! — lamentou-se a Leonor.
— Porque está a chover tanto? Não percebo como! — disse o Mário.
— Pois é, ainda ontem estava sol… — atalhou a Sofia.
E tu, sabes de onde vem a chuva? E sabes porque é que ela é tão importante?
Vem com a professora Tita e os alunos descobrir o ciclo da água, saber de onde vem, para onde vai, para que serve e porque é tão importante para todos.
No final do livro, diverte-te com as lengalengas, a canção e a peça de teatro.





TÍTULO: A Fantástica História de Florzinha Gota de Água
AUTOR: José Carlos de Vasconcelos 
EDITORA: Gradiva
SINOPSE: 
Uma das tentações mais persistentes de quem se lança a escrever para crianças (caso do jornalista e director do Jornal de Letras, José Carlos de Vasconcelos) é condensar a sua visão do mundo num discurso cumulativo e pleno de espírito demissão, mas que tem pouco a ver com o público a quem se dirige. A «fantástica história» da gota de água chamada Florzinha que sai da sua rosa para partir «à descoberta do desconhecido» falha em originalidade o que compensa em lirismo tardio: «Esteve no copo de cristal dos senhores do universo e no cantil de alumínio dos mineiros da mina, dos pescadores no mar, dos soldados na batalha. Foi pérola,foi gota de suor, foi lágrima,Florzinha.» Sim,e depois?




TÍTULO: Conversas do Tiago e da Sara - A Água
AUTOR: Dorindo Carvalho 
EDITORA: Instituto Piaget
SINOPSE: 
As Conversas do Tiago e da Sara são inspiradas na ideia de que aprender pode tornar-se uma alegria, e de que existe em todos os domínios do conhecimento, ideias-chave ou noções de base, apaixonantes de descobrir, úteis de conhecer e fáceis de utilizar.

HOJE, 22 DE MARÇO, O DIA MUNDIAL DA ÁGUA

TEMA 2017 - Desperdício de Água
A data visa alertar as populações e os governos para a urgente necessidade de preservação e poupança deste recurso natural tão valioso.

A gestão dos recursos de água tem impacto em vários setores, nomeadamente na saúde, produção de alimentos, energia, abastecimento doméstico e sanitário, indústria e sustentabilidade ambiental.
As alterações climáticas provocam graves impactos nos recursos de água. Alterações atmosféricas como tempestades, períodos de seca, chuva e frio afetam a quantidade de água disponível e colocam em risco os ecossistemas que asseguram a qualidade da água.


ORIGEM DA DATA

A comemoração surgiu no âmbito da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento e Ambiente que decorreu na cidade brasileira do Rio de Janeiro, em 1992. Os países foram convidados a celebrar o Dia Mundial da Água e a implementar medidas com vista à poupança deste recurso, promovendo a sua sustentabilidade.

Dia Mundial da Água

terça-feira, 14 de março de 2017

Um dia especial com o meu papá


More presentations from Ana Luisa de Beirao

O Meu Pai


More presentations from Silvia Fonseca

Querido Pai


More presentations from Ana Luisa de Beirao

Eu e o meu Pai


More presentations from Ana Luisa de Beirao

Sabes a origem do Dia do Pai?

Existem duas histórias sobre a origem do Dia do Pai: 

Talvez, há mais de 4 mil anos, na Babilônia, um jovem chamado Elmesu pegou num pedaço de argila e moldou um pequeno cartão para oferecer ao seu pai onde escreveu uma mensagem desejando-lhe sorte, saúde e longa vida.

Sonora Luise e
William Jackson Smart
Mas só em 1909, nos Estados Unidos, Sonora Luise resolveu criar um dia dedicado aos pais, motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart, que era militar. 
 

Em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o "Dia do Pai" (Father's Day). 

Seguindo a tradição é comemorado no terceiro domingo de Junho.
Em Portugal é comemorado no dia 19 de Março, dia em que se celebra o dia de São José, santo popular da igreja católica.
Além de Portugal, também celebram o Dia do Pai no dia 19 de março Espanha, Itália, Andorra, Bolívia, Honduras e Liechstenstein.

(Inf. recolhida em: http://pt.wikipedia.orghttp://www.junior.te.pt e http://www.calendarr.com)